Coronavírus: tratamento do câncer não para

Confira como o Hospital está fazendo

CEBAMS, 29/05/2020

Um dos grupos de risco do Coronavírus é o do paciente oncológico. A condição imunológica do paciente com câncer exige cuidados e atenção. E, em meio à pandemia, o tratamento não pode parar. Pensando nisso, o Hospital Ibiapaba CEBAMS criou uma série de medidas desde o início do ano para preservar a saúde destes pacientes.

Os pacientes com câncer possuem entrada especial na instituição e são atendidos por uma equipe especializada. O número de pessoas permitidas no setor de Oncologia foi reduzido para evitar aglomerações. Durante a COVID, tratamentos quimioterápicos e hormonioterápicos não foram interrompidos. Já as consultas eletivas, feitas por pacientes que precisam realizar acompanhamento a cada seis meses ou a cada ano, por exemplo, foram interrompidas por questões de segurança para os pacientes. Essas consultas serão retomadas com a normalização da situação.

Drive-thru da saúde

Uma das ações desenvolvidas pelo hospital para proteger os pacientes em tratamento, que sejam mais idosos ou debilitados, é um drive thru de hormonioterapia. Assim que o paciente está a caminho do hospital, ele entra em contato com a enfermagem da Oncologia, solicita a aplicação da hormonioterapia no carro e uma profissional de saúde devidamente paramentada com EPIs vai ao estacionamento e faz a aplicação do medicamento no paciente dentro do veículo.

O drive-thru foi destaque na Globo Minas. Confira o vídeo:

E quem precisa fazer tratamento em meio à pandemia?

Demerval Damasceno é da cidade de Barroso e começou seu tratamento durante a pandemia do Coronavírus. Segundo ele, é necessário manter os cuidados e o tratamento:

“Mesmo com a pandemia, a gente tem que manter o alerta ligado e tomar os cuidados necessários para evitar o Coronavírus”.

O Senhor Demerval deixa um recado para que, mesmo com as incertezas, as pessoas não abandonem seus tratamentos.

“Eu peço para que todas as pessoas que tenham o mesmo problema que eu (ou mesmo outras doenças) que mantenham seus tratamentos. Não parem!”.

Tratamento não pode ser interrompido, diz médica

A médica oncologista do Hospital Ibiapaba CEBAMS, Roseli Tavares, explica o porquê os pacientes com câncer não podem abandonar o tratamento.

“O tratamento oncológico não pode ser abandonado mesmo com a pandemia. Sabemos que o momento causa insegurança e até medo. Porém, o paciente que faz o tratamento já tem o diagnóstico de câncer e não pode interromper o processo. A interrupção é tão séria que às vezes um tumor que era curável, pode tornar-se incurável”.

Números do tratamento oncológico no Hospital Ibiapaba CEBAMS

O Hospital Ibiapaba CEBAMS é referência SUS para o tratamento de câncer na região de Barbacena. São 33 cidades que usam os serviços do Hospital na área de oncologia. A instituição conta com tratamentos quimioterápicos, hormonioterápicos, cirurgias oncológicas, consultas médicas e com outros profissionais da saúde.

Por ano, o Hospital realiza cerca de 25 mil procedimentos entre consultas, terapias, atendimentos de intercorrências e exames. Em 2019, o Hospital Ibiapaba CEBAMS realizou mais de 8000 aplicações de quimioterapias e hormonioterapias. Estão envolvidos cerca de 40 profissionais de saúde entre médicos, enfermeiros, técnicos de enfermagem, farmacêuticos e equipe multidisciplinar (fonoaudiólogos, fisioterapeutas, psicólogos e assistente social). Além disso, voluntários da Associação de Apoio a Pessoa Portadora de Câncer e Seus Familiares (APPC) realizam um trabalho de humanização com os pacientes.

 


Copyright © 2020 Hospital Ibiapaba. Todos os Direitos Reservados.

Verticis Web Studio - Agência digital