Emoções em jogos podem causar infarto

Faça sua doação

As emoções dos jogos da Seleção Brasileira na Copa do Mundo não param. Nesta sexta-feira, às 15h, o Brasil enfrenta a Bélgica pelas quartas-de-final e a torcida precisa ficar atenta ao grau de emoção que sentirá no jogo. Isso porque fortes emoções podem causar problemas cardiovasculares, como o infarto.

Segundo Giancarlo Rabelo, cardiologista do Hospital Ibiapaba CEBAMS, de Barbacena, emoções como as causadas pelo futebol podem resultar em infarto:

“O estresse emocional interfere na incidência de doenças cardiovasculares. E esse estresse pode vir de qualquer origem: pode ser pela torcida grande por um time, pela perda de um ente querido, pelo recebimento de uma notícia que abalou a pessoa, entre outros fatores”.

Jogos da Seleção no Mundial podem causar infarto?

Um estudo alemão, publicado em 2008, evidenciou que em Munique (Alemanha), o número de eventos cardiovasculares (como infartos) aumentou consideravelmente durante jogos da Seleção Alemã na Copa de 2006. No Brasil, a USP de Ribeirão Preto registrou aumento de eventos cardiovasculares, incluindo o infarto agudo, durante os jogos da Seleção Brasileira na Copa. Segundo o cardiologista Giancarlo Rabelo, o estresse emocional envolvido nas partidas pode causar infarto.

“Isso acontece porque o estresse é um fator de risco para doenças cardiovasculares. Sabemos que as pessoas que têm maior predisposição a registrar um evento são aquelas que possuem problemas cardíacos já conhecidos. Entretanto, pessoas que não sabiam que tinham problemas cardiovasculares também registraram eventos”, disse.

Acompanhamento prévio e estilo de vida podem evitar infarto

As doenças cardiovasculares são as que mais matam no mundo. Alguns fatores, como idade e hereditariedade, não alteram o risco. Porém, ações e hábitos no dia-a-dia podem evitar o desenvolvimento dessas doenças, de acordo com Rabelo:

“Mudanças no estilo de vida e do estado emocional podem contribuir para a prevenção do infarto. O tabagismo, por exemplo, aumenta em quatro vezes o risco de infarto. Colesterol alto e sedentarismo também contribuem no risco de doenças cardiovasculares. Além disso, é importante se atentar ao estresse emocional e a ansiedade. Esses fatores podem aumentar os riscos cardiovasculares”.

De acordo com o cardiologista, além de bons hábitos de saúde, outro fator importante para evitar doenças cardiovasculares é a prevenção, através de check-ups e visitas periódicas ao médico.

“O diagnóstico precoce é muito importante para quem tem uma doença cardiovascular que ainda não se manifestou. Com ele, você evita um problema maior no futuro e consegue prevenir a manifestação. Por isso, é importante fazer check-ups e exames para verificar a saúde cardiovascular. Para as pessoas que têm doenças cardiovasculares, é essencial fazer check-ups e visitas periódicas ao médico”, completou.

Mais matérias para você ler

Hospital Ibiapaba CEBAMS seleciona médico hospitalista

O Hospital Ibiapaba CEBAMS, de Barbacena, está com oportunidade aberta para contratação de médico hospitalista.…

Leia agora

Hospital Ibiapaba CEBAMS recebe currículos de enfermeiro para atuação em CCIH

O Hospital Ibiapaba CEBAMS, de Barbacena, recebe currículos de enfermeiros. A atuação será no CCIH…

Leia agora

Médicos do Hospital Ibiapaba CEBAMS participam de Congresso

Diversos médicos do Hospital Ibiapaba CEBAMS participaram do 33º Congresso da Sociedade Mineira de Cardiologia.…

Leia agora