ARRITMIA

Arritmia é o tema da aula aberta do Curso de Especialização e Residência em Cardiologia

Centro de Estudos, 03/07/2015

No dia 09 de Julho, às 19h00, no Auditório do Hospital Ibiapaba/CEBAMS acontece a aula aberta do Curso de Especialização e Residência em Cardiologia, quando será abordado o tema de Arritmia.

Palpitação, taquicardia, disritmia, braquicardia ou Arritmia é um distúrbio do batimento ou ritmo cardíaco, como batimento muito rápido, muito lento ou irregular.

Se o coração bater mais rápido que o normal, o paciente apresenta um quadro de taquicardia. Se ocorre o contrário, ou seja, quando os batimentos são mais lentos do que deveriam, o caso é de bradicardia. Porém, em algumas vezes os batimentos cardíacos se apresentam de forma irregulares, sem representar necessariamente um padrão, seja ele mais rápido ou mais lento que o normal.

São diversos os tipos de arritmia:

  • Fibrilação atrial ou palpitação
  • Obstrução do coração ou obstrução atrioventricular
  • Taquicardia atrial multifocal
  • Taquicardia paroxística supraventricular (taquicardia por reentrada nodal, síndrome de Wolff-Parkinson-White)
  • Doença do nódulo sinusal
  • Fibrilação ventricular
  • Taquicardia ventricular: ritmo cardíaco acelerado que se origina nos ventrículos.

Mas o que faz o coração bater de forma mais rápida, mais lenta ou irregular? O coração normalmente é capaz de bombear o sangue pelo corpo sem ter que se esforçar mais do que o necessário. Possui um sistema elétrico que garante que as contrações que impulsionam o sangue aconteçam de forma ordenada. Quaisquer mudanças nessas contrações podem causar arritmia.

Mas o que pode causar uma Arritmia? As causas são várias, mas, basicamente, por problemas com o sistema elétrico de condução do coração. Outras áreas do sistema elétrico também podem enviar sinais. No entanto, em algumas ocasiões, esses sinais não são capazes de se mover tão facilmente ou, até mesmo, completamente.

Relacionando algumas razões que levam o coração à Arritima cardíaca, podemos citar:

  • Ataque cardíaco, ou infarto
  • Desgaste do tecido do coração decorrente de um Infarto anterior
  • Cardiomiopatia e outros distúrbios do coração
  • Artérias bloqueadas (doença da artéria coronária)
  • Hipertensão arterial
  • Diabetes
  • Hipertireoidismo
  • Fumo
  • Alcoolismo
  • Consumo exacerbado de cafeína
  • Uso de drogas
  • Estresse
  • Alguns medicamentos
  • Suplementos diários e fitoterapia
  • Choque elétrico
  • Poluição do ar.

Porém, alguns fatores são considerados de risco para contrair arritmia:

  • Artérias bloqueadas, problemas no coração e cirurgia cardiovascular realizada anteriormente
  • Pressão alta e hipertensão
  • Doença cardiovascular congênita
  • Problemas na tireoide
  • Uso de drogas e suplementos
  • Diabetes
  • Apneia do sono
  • Níveis anormais de eletrólitos no sangue (por exemplo, sódio, potássio, cálcio)
  • Alcoolismo

Como saber os sintomas de uma Arritmia?

Muitas vezes, a arritmia não manifesta nenhum sintoma. Acontece muito, por exemplo, de o médico descobrir a arritmia antes mesmo do paciente, durante exames de rotina. No entanto, pode acontecer de você sentir alguns sintomas. Você deve ficar atento se está apresentando alguns desses sintomas:

  • Incômodo, peso ou dor no peito
  • Batimentos acelerados, em caso de taquicardia
  • Batimentos lentos, em caso de bradicardia
  • Falta de ar
  • Tontura
  • Desmaio
  • Palidez
  • Sudorese.

Se você apresenta algum dos sintomas acima, procure um médico e, na consulta, descreva todos os seus sintomas e tire todas as suas dúvidas. O médico poderá lhe fazer algumas perguntas como:

  • Quando os sintomas começaram?
  • Os sintomas são contínuos ou vão e voltam?
  • Qual a intensidade de seus sintomas?
  • Você já fez alguma cirurgia no coração?
  • Quais medicamentos você toma?
  • Você tem apneia, diabetes ou hipertensão?.

Você deve estar atento aos sintomas e saber responder as perguntas realizadas pelo médico, pois elas ajudarão a realizar o diagnóstico.

 


Copyright © 2019 Hospital Ibiapaba. Todos os Direitos Reservados.

Verticis Web Studio - Agência digital