O ritmo do carnaval deve ser o ritmo certo

Faça sua doação

Hospital Ibiapaba/CEBAMS dá dicas para aproveitar a folia com saúde

Chega o Carnaval, a maior festa popular do Brasil. A alegria contagia, a descontração toma conta, a música anima a folia e, para muitos foliões, os abusos acontecem. A consequência dessa história pode ser desastrosa, podem resultar doenças sérias como alguns tipos de arritmias cardíacas, pois o corpo possui limites e devem ser respeitados.

Como principal fator de risco que ocorre no Carnaval está a associação de bebidas energéticas com o álcool, mistura que se consumida em excesso pode se transformar num catalizador para a geração de algumas arritmias cardíacas como as extra-sístoles, uma arritmia supraventricular e ventricular, e a fibrilação atrial.

A “Síndrome do Coração do Feriado” é o nome dado a um quadro relativo ao desenvolvimento de fibrilação atrial relacionado a épocas de mudança de hábitos, ocasionado pela grande ingestão de álcool em um período muito curto, como é o caso do Carnaval. Já a “extra-sístole juntamente com a fibrilação atrial” está relacionada a ingestão alcoólica, tabagismo e desidratação.

Para cada dose de bebida alcoólica ocorre o aumento de aproximadamente 10% na chance de uma pessoa apresentar um episódio de fibrilação atrial e os energéticos podem contribuir para o aparecimento das arritmias cardíacas, uma vez que contém cafeína.

Outro fator que pode contribuir é o calor. O Carnaval ocorre em pleno verão e, em boa parte do território nacional os termômetros registram temperaturas elevadas, aumentando o risco de eventos cardíacos como infarto e morte subida cardíaca, que muitos especialistas afirmam ocorrer em virtude da desidratação e perda de eletrólitos (sódio e potássio).

O calor excesso leva a um maior consumo de oxigênio pelo miocárdio e, portanto, requer maior demanda na sua função. Frente a corações com distúrbios elétricos ou entupimentos das artérias coronárias, as altas temperaturas podem aumentar o risco de alterações agudas no sistema elétrico (arritmias) e na irrigação de sangue (isquemia). Ao contrário do que muitos leigos imaginam, as arritmias não são causadas apenas pelos excessos. O coração tem um distúrbio que predispõe aos problemas elétricos que podem aparecer mais facilmente quando expostos aos fatores de risco.
Para os portadores de alguma doença cardiovascular o recomendável é que se submetam a avaliação médica cardiológica para esclarecimento do diagnóstico e orientação mais adequada para atividade física e ingestão de bebidas, garantindo com isso, mais segurança na folia, de forma  a aproveitá-la de maneira saudável, porém com moderação.

E quem está sujeito a enfrentar esses problemas?  As arritmias podem atingir homens e mulheres de qualquer classe social e faixa etária, inclusive atletas e pessoas ativas. Ao surgir qualquer sensação recente e intensa, como palpitação, dor no peito, falta de ar e desmaios, o ideal é que a pessoa procure atendimento médico com brevidade.

O Carnaval pode estar tão animado que o folião resolva virar a noite e chegar em casa só quando o sol raiar. Tal atitude gera outro fator de risco pois a privação do sono eleva as chances de problemas cardíacos, como a pressão arterial, a isquemia e as arritmias cardíacas. O que ocorre com o coração pela falta de descanso é que pode tornar-se mais rápido e mais irregular, já que a falta de sono deixa a pessoa com uma carga de adrenalina aumentada por mais tempo, que é a principal causa desses problemas.

Porém não é o Carnaval que seja o prelúdio entre a saúde e a doença cardiovascular. A alegria, a felicidade, a saúde são aspectos essenciais e fundamentais para a garantia de uma vida saudável, porém, os excessos constantes neste período podem significar extrema felicidade para uns e risco iminente para outros. O importante é que cada pessoa respeite o limite de seu próprio corpo aproveitando ao máximo o Carnaval, porém, no ritmo certo.

Mais matérias para você ler

Hospital Ibiapaba CEBAMS aprimora serviços de endoscopia alta e baixa e reduz fila de espera por exames

No último dia 6 de maio, o novo Serviço de Colonoscopia do Hospital Ibiapaba CEBAMS…

Leia agora

Parceria entre Oratório (Salesianas) e Hospital Ibiapaba/CEBAMS beneficia Projeto Social

Quais as possibilidades de reutilização de uma garrafa plástica? A maioria das pessoas certamente a…

Leia agora

Hospital Ibiapaba CEBAMS faz cirurgias neurológicas minimamente invasivas

Uma das demandas mais antigas da população de Barbacena e região agora é realidade no…

Leia agora